20
Sáb, Jul

Registros de Alexandre Menezes

Vida Universitária
Typography

No período de 30 de outubro a 15 de dezembro, a Universidade FUMEC recebe, na Galeria da Biblioteca FCH, a Exposição Registros do artista plástico e arquiteto Alexandre Menezes.

Alexandre Menezes é doutor em arquitetura pela The University Sheffield e, na área acadêmica, estuda os temas desenho, pintura, ensino e arte. Belo-horizontino, o artista se inspira na cidade a fim de evocar harmonia e beleza para substituir o caos das paisagens urbanas que retrata. Os respingos, linhas e manchas, que compõem a sua obra, revelam um cenário oculto, forte e pulsante, demonstrando que existe, em seu trabalho, o desafio de pintar não somente o mundo visível.

Na Universidade FUMEC estão expostos 18 trabalhos, entre pinturas e desenhos, de cenas da cidade de Belo Horizonte. O fascínio pela Capital da Gerais é esclarecido pelo artista: “Nasci e cresci em Belo Horizonte, assim, a exposição apresenta uma visão bastante particular de um morador sobre a sua cidade natal. Esta visão explora as manchas e as linhas como principais formas de expressão. Atrás de uma aparente desordem formal, as manchas sempre soltas, livres e irregulares convivem com linhas rápidas, brincalhonas e irreverentes. Desta relação surgem as pinturas, com gestos largos e pingos velozes. Assim, as cenas que aprecio em meu cotidiano ganham existência permanente em minhas telas”.

Para a curadora da exposição, Professora Andréa Vilela, “a primeira impressão diante dos desenhos e pinturas de Alexandre Menezes é de que a materialidade da obra se impõe antes mesmo de um eventual tema ou composição visual, como que anunciando que é na potência da matéria trabalhada que objetos e edificações são construídos podendo adquirir expressão e significado”. Andréa Vilela esclarece que na obra de Alexandre Menezes “uma paisagem se revela e, aos poucos, é possível reconhecer um pedaço de céu, um poste, um prédio, uma janela, uma cruz, uma praça e demais elementos que compõem o corpo de uma cidade”. A curadora conclui que “assim como se reconhece um velho conhecido por seus traços, trejeitos, tom de voz e sinais que lhe são característicos, a cidade é identificada pelos elementos que compõem sua personalidade. Inequivocamente, seu nome brota quase que instantâneo: Belo Horizonte”.

O trabalho de Alexandre Menezes, nas palavras do também artista Altino Caldeira, transforma a paisagem da capital mineira em mistério. “O olhar do observador deverá descobrir no céu, no ar, no gesto de Alexandre, onde está o mistério”. O convite está feito e basta apreciar.

SERVIÇO
Exposição  Registros
Artista: Alexandre Menezes
Período: 30 de outubro a 15 de dezembro de 2017
Curadoria: Profa. Andréa Vilela
Projeto Mais Arte na Biblioteca
Local: Biblioteca da FCH | Universidade FUMEC – Rua Cobre, n.º 200 – Cruzeiro
Horário: 07h30min até 22h (segunda a sexta-feira) | 08h às 14h (sábados)
Apoio: Gráfica O Lutador
Contatos: (31) 3228-3033 | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Entrada franca.

 

Fonte Universidade Fumec

Newletter

Cadastre seu email e fique por dentro das novidades do Portal Conecta.
Obrigado por efetuar o cadastro, em breve novidades para você!