Mirele Brant desafia a realidade expondo no “Mais Arte” da FCH

Vida Universitária
Typography

“Narrativas visuais para um cotidiano banal”. Esse é o tema da exposição que a artista plástica Mirele Brant realizará, a partir de segunda-feira, 27, até 12 de maio, no hall de entrada da nossa biblioteca Maria H. Prates Cimbleris. O evento, que pode ser visitado de 2ª a 6ª-feira, das 7h30 às 22h e, no sábado, das 8h às 14h, integra o projeto “Mais Arte” da Faculdade de Ciências Humanas, Sociais e da Saúde (FCH), que prevê, até a primeira quinzena de dezembro deste ano, a apresentação dos trabalhos de mais quatro artistas plásticos mineiros, de projeção internacional.

 Embora tenha pouco tempo de estrada, Brant, graduada pela Escola Guignard e mestre pela Universidade de Brasília (UNB) em arte e cultura, já acumula em seu currículo dezenas de relevantes exposições, que lhe trouxeram consideradas repercussões, entre as quais: “Mulheres do Rosa”, numa referência ao conceito de mulher, segundo o escritor Guimarães Rosa, que viajou pelo Brasil e Alemanha; “Atropelamentos”; “Pesponto” e “Para além da zona de conforto”. Sob influência da consagrada artista mexicana Frida Kalo, a arte-educadora Mirele Brant cuja inspiração sempre tramitou entre o drama e a felicidade humana, apresentará, na Fumec, duas telas de pintura, uma parede expositiva de instalação e uma interativa de escrita e um espaço com cadeiras e mesas, onde serão expostos diários de artistas.

Inscreva-se através do nosso serviço gratuito de subscrição de e-mail para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.