27
Seg, Maio

Trabalho de Jornalismo Especializado - Texto sobre entrevistados (Luiza Monteiro)

Déborah Bonfim; João Vitor Goulart; Sophia Castro - Jornalismo 2º/3º Período

Sabendo desde sempre que queria ser jornalista, Luiza Monteiro, de 27 anos, passou boa parte de sua formação na universidade PUC de São Paulo se preparando para atuar na área de cidades ou política, área muito valorizada na instituição, em seu último ano de faculdade, sentindo que não tinha aprendido o suficiente sobre apuração, resolveu procurar uma editoria em que a apuração fosse uma atividade constante, sem se importar com qual fosse, e acabou encontrando uma vaga na revista de Saúde da editora Abril, onde ingressou como estagiária e despertou interesse pela área, na qual trabalha atualmente.


O jornalismo científico passou muito tempo sem ser considerado uma verdadeira editoria, e como está emergindo agora é muito importante na carreira de quem quer se especializar.
Segundo a jornalista, é impossível se manter totalmente atualizada/o na área, da mesma forma que não se pode manter-se informada/o sobre o tema, uma vez que há uma enxurrada
de acontecimentos surgindo o tempo todo.
A variedade de veículos e matérias sobre os mais variados atende diversos tipos de públicos, a internet sendo um grande exemplo de como as informações são rapidamente disseminadas.

Daniella Zupo é jornalista cultural, escritora e documentarista. Depois de trabalhar em diversas emissoras como Rede Globo, Rede Minas, SBT e na rádio Inconfidência, em 2016 foi diagnosticada com câncer de mama, que a inspirou a fazer a webserie “Amanhã Hoje é Ontem”, premiada pela RioWebFest, em que mostrou os passos de seu tratamento até sua melhora.

Daniella Zupo concede esta entrevista em que conta como foi a sua especialização para atuar no jornalismo cultural, o que acha da área e, além disso fornece dicas para os interessados a seguir neste campo jornalístico.

Roteiristas: Ana Staut e Rebecca Soares
Entrevistadora: Clara Del Amore
Câmera: Júlia Mazzoni

 

 

A Casa Caiu!

Renato Rios Neto, nascido e criado em Belo Horizonte, se formou em jornalismo pela universidade Uni-BH em 2007, começou sua carreira como estagiário na rádio Itatiaia e seguiu no veículo após a conclusão de seu curso.
Quando exercia sua posição como estagiário, trabalhava como repórter, cobrindo matérias de diversas áreas do jornalismo, começou fazendo matérias da área de jornalismo cultural e aos poucos foi se envolvendo na área policial, onde está até hoje.
Com seu carisma e jeito característico de apresentação, foi convidado a apresentar o programa “Itatiaia patrulha” e segue nessa posição até hoje.

Renato pretende seguir na carreira jornalística, e planeja fazer a transição de seu programa para a televisão.

Seu programa faz sucesso pela cidade e seus bordões são reproduzidos pelos ouvintes, que enviam vídeos para a rádio de crianças imitando o apresentador, com comumente falado “ A CASA CAIU”.
Grupo: Bernardo Campos, Clara Souza Lima, Gabriel Russo, Guilherme Marrara.

 

 

Inscreva-se através do nosso serviço gratuito de subscrição de e-mail para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.